tumblr_inline_ogkaa3qib71qmbxys_500Por Augusto Galvão ferreira

João era a segunda pessoa mais odiada de Santa Piedade, não podia sair na rua da cidadezinha sem ser xingado e ameaçado.

Não podia namorar, porque era chamado de safado, não podia chegar perto de crianças sem que as mães as tirassem de perto dizendo “cuidado, ele é bandido”.

Não podia passar perto de um policial sem ouvir em tom de ameaça “eu devia te prender, seu ladrãozinho”.

Até na missa sofria, o padre o olhava com cara feia e sempre dava a hóstia enfatizando “que Deus PERDOE os seus pecados”

Mas o que realmente doía, o que realmente o incomodava é que a pessoa mais odiada de Santa Piedade era sua pobre mãezinha, a coitada era uma santa, mas não importava aonde ele fosse, ele sempre ouvia “você é um filho da puta”

Apesar de todo sofrimento, de todos os xingamentos e de toda hostilidade, todo domingo religiosamente João pegava na gaveta de meias seus cartões vermelho e amarelo, seu apito e seu uniforme preto e ia apitar os jogos do Campeonatão da várzea de Santa Piedade.

 

Leave a reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *